Buscar
  • Nadiane Nardi

Qual o tempo necessário para desenvolvermos uma nova habilidade ou aprimorarmos nossas competências?


Desenvolver habilidades e competências pode ser bastante desafiador.

Atualmente existem muitas formas de aprendizado que podem ocorrer através de leituras, vídeo aulas, cursos e workshops. Mas será que em qualquer uma destas situações você conseguirá colocar em prática o que aprendeu?

O mais importante é definirmos o quanto queremos desenvolver esta habilidade, qual nível de conhecimento precisamos ter, o quanto será importante para a nossa vida, o quanto precisaremos colocá-la em prática diariamente e o quanto precisaremos de supervisão e apoio neste primeiro momento.

Se pegarmos como exemplo uma língua estrangeira, o tempo de aprendizado para aprendermos o básico e conversarmos informalmente é um, mas o tempo para falarmos fluentemente e utilizarmos formalmente esta linguagem é maior.

Portanto, não adianta querermos falar fluentemente uma língua estrangeira sem antes aprendermos o básico. Você já imaginou se dependesse de uma correta fala em um outro idioma para trabalhar com uma equipe, numa empresa estrangeira e não soubesse conjugar corretamente as frases pois faltou a parte gramatical?

Sempre precisamos desenvolver uma base para depois seguirmos ao nível mais elevado.

O processo de aprendizagem eficaz demora um certo tempo e, mesmo que você consiga desenvolver habilidades rapidamente, precisa ter paciência e persistência.

Você já ouviu falar da teoria das 10.000 horas de Anders Ericsson? Em seu texto original o Dr. Anders Ericsson concluiu através de sua pesquisa que performance em um nível expert precisa em média de 10.000 horas de prática para ser alcançado.

Mas a boa notícia é que não precisamos de 10.000 de aprendizagem para nos tornarmos experts.

Se formos analisar o gráfico da Curva do Aprendizado, no eixo vertical mede-se o quão bom você é em algo, e no eixo horizontal a quantidade de esforço investido. Isto é, quanto mais esforço e vontade você coloca, mais resultados você obtém.

Nosso cerébro não é um compartimento vazio onde vamos jogando dados e informações. Se fosse assim, quanto mais você jogasse estas informações para dentro, mais você saberia, mas não é assim que funciona.

Nosso cérebro é complexo e as informações inseridas são processadas e conectadas ao que já existe dentro dele. Quanto maior o número de conexões - e não o de informações - maior o conhecimento.

Nem todo aprendizado ou informação absorvidos por nós é armazenado da mesma maneira, vai depender do quanto ele está relacionado ao conhecimento já presente e, principalmente, do esforço aplicado para conectá-lo. É desse esforço que nasce a aceleração do aprendizado.

Mas para isso, além do esforço, é muito importante reunir todas as ferramentas e conhecimentos necessários, ter uma boa base, para tornar mais provável que você continue praticando.

Uma pesquisa feita por Josh Kauffman identificou que precisamos de no mínimo 20 horas para sair do zero, para você conseguir observar que está começando a ficar bom em algo. E não são quaisquer 20 horas, tem que ser no mínimo uma prática deliberada, consciente e estruturada.

O fato é o seguinte: se você quer mudar algo na sua vida, adquirir um novo hábito, desenvolver uma nova habilidade, aprender algo novo você vai precisar de um mínimo de tempo e algum esforço para que este novo hábito ou aprendizado faça parte do seu cotidiano. E a persistência é muito importante também, é um comportamento essencial para se obter sucesso em qualquer área da vida.

Com certeza não precisamos de 10.000 horas para desenvolvermos uma nova habilidade ou aprimorarmos nossas competências, mas a aprendizagem acelerativa requer um método focado, com técnicas e ferramentas e um mínimo de horas, analisando sempre qual o nível de conhecimento você deseja obter.

Conforme o nível de conhecimento e aprendizado que você almeja desenvolver, quanto mais experiente você se torna em uma habilidade, menos trabalho seu cérebro precisa fazer.

Conforme a teoria de um dos grandes mestres da educação, Vygotski, sobre os níveis de aprendizagem, com o tempo a habilidade aprendida se torna automática e você não precisa pensar no que está fazendo. Só o tempo o levará a realizar tal habilidade da melhor forma possível.

Um ótimo exemplo é quando vamos aprender a dirigir. No início precisamos pensar em tudo, na marcha, no freio, no pisca, nos outros carros... Conforme vamos aprendendo as técnicas e praticando, começamos a dirigir de forma automática. Você que já dirige a algum tempo ou anos pensa conscientemente no que está fazendo? Agora preciso ligar o pisca, agora tenho que trocar de marcha.....? Lógico que não! Quantas vezes estamos dirigindo e pensando no trabalho, na casa e nos filhos e o carro anda quase sozinho? Este é o último nível de aprendizagem proposto por Vygotski, o da Competência Inconsciente.

Conforme o psicólogo John Dunslosky, da Universidade Estadual de Kent, Ohio, EUA, o ato de distribuir uma aprendizagem ao longo do tempo, também conhecida como "prática distribuída", provou ser a melhor maneira de aprender. Dessa forma estimula-se as conexões de nossos neurônios ao longo de um tempo e quanto mais você conseguir aplicar aquilo no seu dia a dia, maior será seu sucesso.

Lembre-se: o primeiro passo para aprender qualquer habilidade mais rápido é a desconstrução da habilidade, isto é, pegar algo maior ou mais complexo e dividi-lo em partes menores. Após está desconstrução faz-se uma seleção: quais são os 20% que eu queria estar focado para atingir os 80% de resultado desejado? Depois passamos para a sequência: em que ordem preciso aprender? E finalmente, a aposta: Como colocar metas e quanto tempo precisa-se dedicar para criar consequências e garantias para atingir o resultado?

Portanto, quando for escolher um método de aprendizagem, tome cuidado com fórmulas mágicas e fáceis, identifique o seu propósito de aprendizado e o nível de conhecimento que você quer obter, isso ajudará aumentar suas chances de alcançar sua meta e conseguir resultados eficazes.

Nadiane Nardi

Master Coach pelo Behavioral Coaching Institute (BCI)

Credenciada pelo International Coaching Council (ICC)

Proprietária NN Coaching & Consultoria


22 visualizações

Redes Sociais:

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black LinkedIn Icon
  • Preto Ícone Google+
  • Preto Ícone Twitter

Ed. Leonardo da Vinci

Rua Borges de Medeiros, 274, sl 902

Santa Cruz do Sul, RS

www.nncoaching.com.br

E-mail: nnconsultoriaestrategica@gmail.com

Contato:

(51) 3121 1131

Whats:

(51) 99995 0035

© 2016. Criado orgulhosamente com Wix.com